ILUSTRAÇÃO & pintura

Entrevista: rita alvaRez

studio

grand-père

De uma paixão escondida, nasceu o projecto Studio Grand-Père, de Rafaela Mascaro. Ilustradora e designer, deixou sempre que a timidez levasse a melhor dela, mas em 2015 decidiu divulgar o seu trabalho para que todos vissem. Parte de um ponto de vista feminino, sempre representando o cromossoma X de maneira elegante, real, vibrante e completamente desprovida de regras...Precisamente como é a mulher. 

1) MELANCIA: Quem é a Rafaela? 
RAFAELA: 
Uma designer de São Paulo, que é amante de Golden Retriever, gosta de assistir TV, comer chocolate e tirar boas fotos com suas câmeras. Quando não está criando suas ilustrações, você pode encontrá-la assistindo “Friends” ou criando delícias culinárias na cozinha.

2) M: Fala-nos do teu percurso no mundo da ilustração e da pintura. 
R: Grand-Père quer dizer “avô” em francês. O nome é uma homenagem ao meu avô Osvaldo, pai da minha mãe. Sempre penso nele quando crio minhas ilustrações. Eu comecei a desenhar muito nova, com uns três anos. E desde então sempre desenhei muito, mas tinha muita vergonha de mostrar ou expôr o que eu criava. Até que em 2015, um amigo meu me incentivou a mostrar os meus desenhos e foi quando eu criei o projeto. 

3) M: A tua página de instagram (@studiograndpere) conta com mais de 27mil seguidores. Sentes que tem um impacto positivo na tua arte? Sentes que é uma mais valia? 

R:  A verdade é que eu nunca vi meus desenhos dessa forma, para impactar a vida das pessoas. Eu via como uma forma de me distrair. Mas no ano passado várias meninas começaram a me mandar mensagens falando que são muito inspiradores e como mudaram a vida delas. Foi assim que eu percebi que uma ilustração, por mais simples que seja, pode melhorar o dia de uma pessoa. É muito legal receber esse feedback do pessoal,
eu fico muito feliz! 

4) M: As tuas ilustrações giram à volta de temas florais e utilizam combinações de cores vibrantes e deliciosas! Como descreverias o teu estilo? 

V: Eu descrevo como um estilo livre, não me preocupo muito com as formas e as perspectivas. Eu não quero que seja perfeito, acho que o legal delas é que são imperfeitas e tudo bem. Acho que um dos objetivos é mostrar mesmo as imperfeições da vida e como isso nos torna humanos. 

5) M: Quem são as figuras femininas nas tuas ilustrações? São mulheres aleatórias ou são referências? 

R: São as mulheres do dia a dia, as mulheres que trabalham muito, que cuidam dos filhos, que passam por dificuldades. Mulheres reais mesmo, que eu vejo e vi minha vida toda. Me inspiro nelas e em suas histórias.

6) M: É uma escolha consciente não teres a figura masculina presente? Porquê? 

R: Sim, porque na verdade a ideia do projeto é uma criação de uma mulher para todas as mulheres do mundo. Não é preconceito, nem rejeição, é apenas algo dedicado exclusivamente as mulheres e como elas me inspiram. Algo que trás a representatividade das mulheres no mundo. 

7) M: O que realmente te inspira? O que mexe contigo e te faz querer agarrar nos pincéis? 

R: Acho que o que mais me inspira é o trabalho duro, o esforço para alcançar algo. Eu sinto que quanto mais você trabalha em coisas boas, mais volta pra você e para o projeto. Quando alguém fala que algo que eu criei ajudou de alguma forma, eu ganho meu dia. Tenho ainda mais vontade de criar coisas novas. 

8) M: Como foi ver o teu trabalho em algo tão físico, tão “real”, como nas peças de roupa que fizeste em parceria com a Patrícia Vieira? Qual foi o feedback? 

R: A Patrícia é uma pessoa incrível, é uma das profissionais mais inspiradoras com quem eu já trabalhei. Ela é muito intensa e dedicada em tudo o que faz e é por isso que o resultado é tão legal. Trabalhar nesse projeto com ela foi muito emocionante, quando as modelos entraram na passarela eu e a minha mãe ficamos com lágrimas nos olhos. É muito legal ver tanta gente admirando
o seu trabalho. 

9) M: Tens algum trabalho recente ou algum que “esteja mesmo aí a aparecer” que queiras destacar? 

R: Tenho várias surpresas, mas não posso contar por enquanto por conta de contratos. Mas em alguns meses vão estar todos publicados no meu Instagram e portfólio.

10) M: No site Studio Grand-Père podemos ver como descrição “Projecto de Ilustração de Rafaela Mascaro”. Ainda o vês como um projecto ou sentes que evoluiu para algo mais? 

R: Acho que eu desenvolvi um carinho muito grande pelo projeto, mas ele não é mais tão pequeno como no começo. Hoje em dia tem tanta coisa legal rolando que fica difícil dizer. Mas eu acho que tem muito futuro pela frente, muitas vertentes que deixam ele ser maior de quando começou. E isso é bem bacana. 

11) M: Planos para o futuro? 

R: Tenho vários, mas são surpresa! (risos)

12) M: Deixa uma mensagem à MELANCIA e aos seus leitores. 

R: Eu quero agradecer meus pais, Marcia e Marco, que sempre me apoiaram e ainda me apoiam. Sem eles nada disso teria sido possível. A minha família e amigos que sempre estiveram comigo e que me inspiram muito! E aos meu seguidores e parceiros que mantêm tudo muito vivo. Saber que tanta gente gosta do meu trabalho é realmente emocionante, nunca imaginei que chegaria ao nível de hoje. Muito obrigada de verdade a todos! Especialmente a revista MELANCIA que abriu essa oportunidade para divulgar o meu trabalho com os seus leitores!

www.instagram.com/studiograndpere

espreita o artigo na revista

CONTACTos

  • ig
  • fb
  • yt

MELANCIA MAG 2018 © ALL RIGHTS RESERVED