ILUSTRAÇÃO & DESIGN

Entrevista: MAFALDA JESUS

RICARDO

SANTOS

Amante de automóveis clássicos, Ricardo Santos é um conceituado designer e director de arte português. Sempre sonhou em ser designer de automóveis, mas conheceu a paixão pelas revistas e jornais quando foi convidado para trabalhar no Diário de Noticias. Fez parte deste meio durante algum tempo, tendo ganho diversos prémios, até que se tornou freelancer e começou a dedicar a maior parte do seu tempo à ilustração de carros. O seu currículo inclui capas e ilustrações para revistas internacionais, como a “Racer” e a “Top Gear” e para grandes marcas como a Ferrari, Nissan e Redbull. Deslumbra-te com o seu trabalho incrivelmente detalhado.

1) MELANCIA: Quem é o Ricardo?
RICARDO: 
Nasci em Oeiras em 1975, sou designer gráfico e gosto de desenhar automóveis.

2) M: Como começou a paixão pela ilustração?
R: Bom, a história dos ilustradores costuma ser parecida. Começa quase sempre desde pequeno e com muitas folhas dos cadernos da escola cheias de desenhos. No meu caso desenhos de carros de todos os tamanhos e feitios.

3) M: E por carros? 

R: Também começou quando era pequeno. Não consigo explicar qual a razão, mas os carros, sobretudo os de corrida, sempre me fascinaram. Foi sempre uma paixão paralela à da ilustração.

4) M: Trabalhaste muitos anos em jornais, chegando a receber o prémio “World’s BestDesigned Newspaper”, no jornal i. Quando decidiste tornar-te freelancer e dedicares o teu tempo à ilustração de carros? 

R: Não foi bem uma decisão. Os jornais e as revistas foram uma paixão que eu desconhecia até ser convidado para trabalhar no Diário de Notícias em 1996. Até aí queria ser designer de automóveis, trabalhar na Pininfarina ou num qualquer departamento de design de uma marca de automóveis. Mas cedo percebi que esse objectivo era difícil de alcançar e com o convite do DN tudo mudou. Gosto muito de trabalhar graficamente a informação. É um trabalho jornalístico, só que não é escrito é visual. Passei por vários jornais e revistas e fui muitas vezes premiado pelos trabalhos feitos. Infelizmente a vida não está fácil para os meios de comunicação social, as estruturas são cada vez mais pequenas, os cortes orçamentais são cada vez maiores e os acontecimentos levaram-me a decidir apostar mais no trabalho de freelancer e sobretudo apostar nas ilustrações. Mas não foi uma decisão daquelas “agora vou largar tudo e fazer só o que quero.

5) M: O que te inspira? 

R: O automóvel, se for de corrida melhor. As formas, as cores, a parte mais técnica, os pilotos, as histórias, enfim tanta coisa. Estou sempre à procura de informação sobre este tema, seja ela antiga ou mais recente, para me inspirar para uma nova ilustração.

6) M: Já trabalhaste com grandes marcas, como a “Top Gear”, a “Ferrari” e a “Redbull”. Qual é o segredo para o sucesso? 

R: Acho que não há segredo. Hoje temos esta coisa maravilhosa que é a internet. O mundo tornou-se mais pequeno, por isso conseguimos divulgar o nosso trabalho de uma forma que há uns anos seria impensável. Acho que surge por aqui o sucesso. O mundo vê o meu trabalho, gosta e é assim que tudo começa. É claro que também é preciso trabalhar muito e tentar evoluir e acompanhar as tendências, mas como seria isto possível, por exemplo, há 20 anos? Acho que não seria bem a mesma coisa, seria muito difícil conseguir mostrar o meu trabalho a estas marcas.

7) M: O que é essencial no teu dia-a-dia? 

R: Tempo. Infelizmente é uma coisa que me tem faltado ultimamente. Querer fazer muita coisa ao mesmo tempo é o que dá.

8) M: Deixa uma mensagem à MELANCIA mag e aos seus leitores. 

R: Obrigado à MELANCIA mag pelo convite e pelo destaque a um tema pouco comum a revistas que não são sobre automóveis. Parabéns pela vossa revista, é bem gira!

www.ricardo-car-artwork.com

espreita o artigo na revista

CONTACTos

  • ig
  • fb
  • yt

MELANCIA MAG 2018 © ALL RIGHTS RESERVED