tatuagem

Entrevista: juliana lima

vinil

Ylenia Manzoni, AKA Vinil, é uma ilustradora italiana de 28 anos que começou a tatuar com apenas 20. Nestes anos de experiência foi aprimorando a sua técnica e hoje destaca-se por ter um estilo muito próprio, pelas suas ilustrações divertidas e tatuagens de tantas cores e traço tão único. Nesta entrevista exclusiva contou-nos que para já não tem visita agendada nem para Portugal e nem para o Brasil. Temos pena! Mas pronto, vamos continuar acompanhando-a nas redes sociais e ficamos com a vontade de fazer uma tatuagem com ela numa próxima viagem a Itália.

1) MELANCIA: Quem é a Ylenia Manzoni?
YLENIA: 
Sou uma rapariga calma que sempre adorou desenhar, montanhas, Dachshunds [raça de cães] e objectos desnecessários.

2) M: Como é que surgiu a tua paixão por arte?
Y: Desde pequena que adoro desenhar. Era o meu passatempo favorito, a minha paixão, o que me levou aos estudos e depois às tatuagens.

3) M: As tuas ilustrações e tatuagens são únicas e muito criativas. Quando é que começaste a tatuar? 

Y: Comecei a tatuar há oito anos, fazia trabalhos simples, e mais tarde todas as tatuagens comerciais que passavam pela loja. Um dia, um amigo pediu-me para tatuar um homem forte do circo e eu desenhei um homem pequenino engraçado, com uma cabeça gigante e um bigode azul, depois de fazer a tatuagem as pessoas começaram a pedir-me aquele estilo e com o tempo foi evoluindo.

4) M: Por que é que a tua alcunha é VINIL? É o teu nome artístico? 

Y: Porque eu sempre adorei o vintage, eu adoro chamar-me “antiga no interior” . Yle - vinYLE - vinil, eu preferi remover o “Y”.

5) M: Lembras-te da primeira tatuagem que fizeste? A quem? E o que é que fizeste? 

Y: A primeira tatuagem que fiz foi no mesmo amigo em que eu tatuei o homem forte do circo. Fiz um trompete a preto e branco, estávamos na casa dele, na sala, ele estava sentado numa cadeira com os braços pousados na mesa. E eu não percebia muito bem o que estava a fazer.

6) M: Fala-nos sobre o teu processo criativo. Desde as marcações, ao desafio de criar as ilustrações, a resposta aos desejos dos clientes, até ao ato final de tatuar.

Y: Eu adoro preparar o desenho na altura da marcação, mesmo antes de fazer a tatuagem. Adoro falar com o meu cliente e perceber o que funciona e o que não funciona na ideia dele. Depois faço um rascunho a lápis e juntos fazemos algumas alterações. Eu recomendo sempre aos meus clientes não imaginarem o design final porque cada um tem a sua imaginação e eu não posso entrar na imaginação deles.

7) M: Tens alguma tatuagem favorita que já tenhas feito? Aquela que tenhas mesmo orgulho. Diz-nos o que é e porquê. 

Y: Não, não tenho uma tatuagem favorita, eu tento não olhar para o que já fiz para poder continuar a crescer “para sempre”. Adoro ideias novas, assuntos que as pessoas não me pedem em série.

8) M: Fala-nos sobres as tuas inspirações. 

Y: Adoro ilustrações infantis, tenho mais livros infantis do que livros de tatuagens... E também adoro os gráficos publicitários antigos dos anos 50/60, definitivamente são as minhas maiores inspirações, depois também adoro dizer que “nós somos o que vemos e o que amamos” há inspirações que ficam na minha memória.

9) M: Na tua opinião, qual é o segredo do teu sucesso? 

Y: Acho que a sinceridade e a simplicidade. Cada vez mais clientes, no final de uma sessão de tatuagem, dizem-me “tu és os teus desenhos”. Acho que nunca devias criar uma personagem por prazer, deves ser sempre aquilo que tu és, e os meus desenhos são definitivamente aquilo que eu sou. Vão sempre existir pessoas que gostam de nós e outras que não.

10) M: Qual é o teu propósito de vida? 

Y: Não tenho nenhum propósito específico para a minha vida. Só espero viver a minha vida ao máximo, e possivelmente, na maior parte do tempo ser feliz. Amo o meu trabalho mas não quero ser a única protagonista da minha vida!

11) M: E o teu maior sonho? 

Y: O meu maior sonho seria viver nas montanhas, o meu sítio favorito são as Trentino Dolomites [Alpes no norte de Itália], mas o meu trabalho não me permit Daqui a alguns anos quem sabe!

12) M: Tens planos para 2016? Como visitar Portugal... ou o Brasil? (estamos a brincar). Fala-nos dos teus verdadeiros planos. 

Y: Não, desculpa! Este ano vou visitar Moscovo, Paris, Berlim, e muitos outros sítios em Itália...

13) M: Deixa uma mensagem à MELANCIA mag e a todos os seus leitores.

Y: Obrigada pela entrevista! Espero visitar o Brasil em breve! :)

www.instagram.com/vin_il

espreita o artigo na revista

CONTACTos

  • ig
  • fb
  • yt

MELANCIA MAG 2018 © ALL RIGHTS RESERVED