Entrevista: MAFALDA JESUS

Fotografias: VÁRIOS

anarchicks

Ana, Helena, Marta e Catarina, são estes os elementos das Anarchicks. Uma banda cheia de power e rebeldia, conjugada com uma boa dose de feminidade. Bem dispostas e muito acessíveis, contam-nos como tudo começou e prometem que ao vivo são uma verdadeira explosão de rock.

1) MELANCIA: Como descrevem as quatro personalidades por trás deste projeto?
ANARCHICKS: Entrando numa metáfora de partes do corpo: a Ana é o cérebro, a Helena é o coração, a Marta é a voz, e a Catarina é o músculo.

2) M: Porquê “Anarchicks”?
A:
Este nome surge da vontade de juntar dois universos: o mundo da rebeldia e produção anarca, que é o nosso modo de compor música, e o lado de mulher (e bastante chique!).

3) M: Como surgiu a banda? 

A: A banda começou com a Helena e com a nossa primeira vocalista, Priscila. A Catarina entrou logo de seguida, e assim se começou a fazer música! Depois, foram feitas audições para encontrar uma guitarrista e soubemos logo que a Ana era a nossa guitarrista perfeita. Entrámos assim num mundo de aventuras musicais. Eventualmente, a Priscila decidiu, por motivos pessoais, sair da banda. E foi nesse momento que a Marta Lefay se tornou a nossa grande voz.

4) M: O que aconteceu primeiro? A composição sonora ou lírica? Foi fácil conjugar as duas? 

A: O que é que apareceu primeiro: o ovo ou a galinha? Tudo isto acontece em simultâneo.

5) M: Qual é a principal mensagem da vossa música? 

A: É uma mensagem de empowerment para toda a gente que sinta que precise dela. É uma mensagem para as pessoas seguirem os seus sonhos e, se tiverem uma ideia a germinar dentro de si, que tenham força para a concretizar!

6) M: Quais são as vossas maiores inspirações? 

A: Nós inspiramo-nos muito pela nossa cultura, a nossa vida, e todo o mundo de música e arte que existe no mundo.

7) M: O que vos diferencia? 

A: A nossa música torna-nos únicas, dado que não a conseguimos encaixar em nenhuma caixa pré-formatada. Isso e a atitude, que também nos faz que somos.

8) M: Conseguem destacar um tema? Que tenha um significado especial ou que tenha marcado um momento específico? 

A: “Sloppy Seconds” porque a Peaches participou nesta música connosco e foi um sonho tornado realidade. Todas nós sempre admirámos a Peaches enquanto artista, e colaborar com ela trouxe um sentimento especial à nossas vidas.

9) M: O que podemos esperar de um concerto ao vivo das “Anarchicks”? 

A: Muita energia, uma explosão de rock! Para saberem mais, venham ver e descubram!

10) M: Qual é o vosso lema? 

A: We claim the right to rebel and resist!

11) M: Deixem uma mensagem à MELANCIA mag e aos seus leitores. 

A: MELANCIA, mantém-te fresca! E fiquem atentos ao nosso álbum que vai estar nas ruas dia 27 de maio!

anarchicks.pt

espreita o artigo na revista

CONTACTos

  • ig
  • fb
  • yt

MELANCIA MAG 2018 © ALL RIGHTS RESERVED

Melancia_Icon.png